Pular para o conteúdo principal

Postagens

Rosa Luxemburgo, Presente!

99 anos após seu assassinato Rosa Luxemburgo se faz presente e nos convida permanentemente a movimentar-nos em defesa de uma sociedade igualitária. "Quem não se movimenta, não sente as correntes que o prendem".

Nascida em 1871 em Zamosc, Polônia, Rosa Luxemburgo viveu intensamente a Filosofia da Práxis Revolucionária que a qualificou como uma das mais brilhantes dirigentes do movimento comunista internacional, consequentemente ao seu brutal assassinato na Alemanha Pré Nazista em 15 de janeiro de 1919.

Quase um século depois de ceifada, a Rosa Vermelha continua viva, exalando seu perfume teórico marxista, tocando corações e mentes com a "filosofia feminina" e a muitos espetando com os espinhos da sua práxis revolucionária.

Em dias como estes em que vivemos, de levantes totalitários de constantes golpes contra a democracia, com os desmandos insanos de Donald Trump no comando da imponente "Águia de cabeça branca", desrespeitado tratados que defendem a vida hum…
Postagens recentes

Tempos de parafrasear Brecht!

Em tempos como estes, é necessário parafrasear Brecht
Suplicar a quem tem bom senso, mente crítica e coração puro
"Desconfiai do mais trivial"!
Desconfiai de um Governo Ilegítimo
Desconfiai quando os poderosos se unem
Desconfiai daqueles que condenam por "pura convicção"
Desconfiai sobre tudo dos que se dizem Salvadores da Pátria
Dos paladinos da moral defensores dos "bons costumes",
Dos que dizem amém em nome de Deus
"Nada deve parece natural"
Políticos que aumentam os próprios salários, rebaixando o salário minimo do trabalhador
Presidente, Deputados e Senadores fazendo coluio sob a proteção das togas supremas
Aplaudidos por uma torcida que ultraja as cores da bandeira nacional com etiquetas importadas
Um povo atordoado com o preço do gás, da gasolina da tarifa do transporte que deveria ser público
Um gigante hipnotizado por uma mídia vendida, muito mal-intencionada!
Em dias como estes "Nada deve parecer impossível de mudar!"
Ainda que a injustiça a…

Parafraseando Lispector!

Hoje eu acordei Assim...
Antes do dia clarear
Ouvindo canto de pássaros
Com vontade de recomeço
Realocar as personagens da minha vida
Criar novos enredos
Me por como protagonista
Parafrasear mais uma vez Lispector
Tomando a solidão por companhia
Com coragem de encarar nos olhos o nada
E me sentir plena de tudo!


Tem dias que é assim
Me olho nos olhos
Retiro os óculos para ver melhor minha alma
Tal qual Narciso me encanto de mim mesma
E dano a me fazer versos...




110 Anos de Simone de Beauvoir: "Mulheres, vocês devem tudo a ela!".

Dia 9 de Janeiro de 2018 comemoramos o aniversário  de 110 anos da imortal Simone de Beauvoir. Escritora e filósofa francesa, notória defensora das causas feministas, e uma das maiores representantes do pensamento existencialista francês.

Não é raro questionamentos, ainda hoje, sobre o lugar da mulher na construção histórica do pensamento filosófico, a exemplo de tantas outras áreas, as filósofas tiveram muito da sua contribuição usurpada, bastando um olhar superficial sobre a história da filosofia para notarmos a forma quase sutil com que a presença feminina vai sendo ofuscada e muitas vezes reduzida a um papel secundário, não raras vezes vamos encontrar mulheres mencionadas como: discípulas, amantes, esposas e com menor frequência colaboradoras. No caso de Beauvoir coube-lhe o titulo de "companheira de Sartre" titulo este que ela nunca renegou, sem jamais esconder sua afetividade tão pouco deixar-se diminuir pelo brilho inegável do companheiro.

Nós mulheres não só as …

Concepções de Deus: De Spinoza a Ivone Gebara

Recebi hoje pela manhã do Professor Aldo Santos este vídeo fantástico de JAVIER JIMÉNEZ LOPEZ, (encantou-em em demasia sua arte) O tema "concepção de Deus" levou-me a revisitar o pensamento de Baruch Spinoza o qual me foi apresentado (num leve esbarrão) por Marilena Chauí.




DEUS SEGUNDO SPINOZA

“Para de ficar rezando e batendo o peito! O que eu quero que faças é que saias pelo mundo e desfrutes de tua vida. Eu quero que gozes, cantes, te divirtas e que desfrutes de tudo o que Eu fiz para ti.

Para de ir a esses templos lúgubres, obscuros e frios que tu mesmo construíste e que acreditas ser a minha casa. Minha casa está nas montanhas, nos bosques, nos rios, nos lagos, nas praias. Aí é onde Eu vivo e aí expresso meu amor por ti.

Para de me culpar da tua vida miserável: eu nunca te disse que há algo mau em ti ou que eras um pecador, ou que tua sexualidade fosse algo mau. O sexo é um presente que Eu te dei e com o qual podes expressar teu amor, teu êxtase, tua alegria. Assim, não me …

Lúcia Peixoto Filosofa Poetizando: Perspectivas 2018!

Essa coisa de calendário, datas comemorativas, fechamento e reinicio de ciclos é mesmo uma invenção capitalista. Nem bem acabaram as uvas passas do natal e o mercado já está pronto para nos dar um banho de purpurina de carnaval. Não que eu não goste de festejar a vida, pelo contrário, levo toda e qualquer data como pretexto para saudar amigos, abraçar a família e fazer caras e bocas para as fotos.

O que me faz sentar diante do teclado, hoje último dia da Primeira semana de 2018 e analisar atentamente minha retrospectiva de 2017 é a esperança de que ainda que “Ilusoriamente” um ciclo se encerre para que outro se inicie. Já que é hora de esbouçar linhas mestras que nortearão o planejamento do novo ano, pensei em começar traçando as perspectivas... e cá estou a ruminar.

Na vida pessoal muito a agradecer, meus filhos crescem saudáveis, seus sonhos alimentam minha labuta, a vida amorosa segue em compasso de espera (Não de um príncipe encantado, que nunca fui gata borralheira). Que venham no…

Retrospectiva: As batalhas de 2017

Apesar de Temer as consequências deste "longo ano politicamente falando", Sigo em frente semeando esperança rumo a utopia possível.


Olho pra trás e nem avisto mais onde se iniciou a jornada, foram tantos encontros, reencontros e desencontros, risos e lágrimas, exaustiva e prazerosa labuta alimentada com pó de giz e tinta a colorir a vida de Ninfas e Imberbes no chão das salas de aulas (16 salas ao todo numa media de 400 alunos)

Por temer a traição da memoria recorro às redes sociais afim de ser fiel aos fatos que marcaram o ano que finda, foram inúmeras postagens... Dizem alguns aqui de casa que teve até arroz queimado por ter me distraído espinhando a janelinha virtual (o que nego sem muita convicção) Teve também amig@s próxim@s enciumad@s por tantas curtidas e compartilhamentos. (É possível que tenha havido um certo exagero). Fato é que não faltou tempo para os encontros reais. Teve muita cerveja, comida boa, música, poesia e abraços apertados. Reuniões e inúmeras pautas d…